Técnicas Literárias: Simbolismo


Simbolismo, enquanto técnica literária, compreende um tipo mais flexível de metáfora dentro da narrativa. É usar certas imagens com um significado distinto do literal. Com o simbolismo podem-se sugerir idéias, criar a atmosfera ou apresentar temas e questões aos leitores. Não existe uma regra específica de como criar uma imagem simbólica, mas vou tentar mostrar com um exemplo.

No meu conto, Coração de Metal, queria mostrar como a personagem principal estava isolada do mundo no seu apartamento. Poderia muito bem, literalmente, dizer: “Cynthia se sentia só em seu apartamento…” ou outra coisa parecida, mas isto não seria nem um pouco sutil. Ao invés de dizer o que eu queria com palavras, preferi passar uma idéia de solidão com uma cena no conto.

“Levantou-se, então, e foi ver o movimento da rua que passava em frente a sua morada. Àquelas horas da noite, ninguém mais se atrevia andar a ermo por aí. Olhou para o céu noturno, para a lua minguante, que já se dirigia para o outro lado do mundo”.

Percebeu como este parágrafo sugere a idéia do isolamento de Cynthia? Não se vê outra pessoa na rua deserta. Até mesmo a lua parece estar se afastando da personagem.

Outro exemplo é a seguinte estrofe de Cecília Meireles, do poema Mulher ao Espelho:

Já fui loura, já fui morena,
Já fui Margarida e Beatriz,
Já fui Maria e Madalena.
Só não pude ser como quis.

A grande poetisa, usando a imagem de multiplicidade de identidades insatisfatórias, nos passa uma idéia simbólica de ausência de identidade própria.

————————————————————————————————

Exercício – Técnicas Literárias: Simbolismo

Escolha uma das cenas abaixo, desenvolva-a em um parágrafo e tente adicionar um elemento simbólico a ela que sugira a idéia entre os parênteses. Se quiser, envie o parágrafo desenvolvido com este exercício comentando este post.

I – Um homem chega em seu quarto, depois de um dia árduo de trabalho. (Solidão)

II – Uma jovem se prepara para fugir de casa com amigos da faculdade para viajar pelo mundo. (Renovação)

III – Um idoso passeia por uma praça ao entardecer. (Nostalgia)

IV – Dois amantes se encontram num quarto de hotel. (Sensualdade)

V – Um fiel reza por ajuda numa igreja. (Proteção)

Anúncios

16 opiniões sobre “Técnicas Literárias: Simbolismo

  1. Adorei o blog, desde o layout até a idéia do texto, e se era pra o exercicio aqui ou não lá vai o que pensei:

    E então ele adentra o quarto, encontra sua fiel companheira imovel como sempre, esperando pelo o peso daquele corpo que pesa o dobro do normal pelo o mundo que carrega na costas, e como todas as noites é apenas ele, aquela cama, e a ausência de sonhos.

    I – Um homem chega em seu quarto, depois de um dia árduo de trabalho. (Solidão)

  2. I – Um homem chega em seu quarto, depois de um dia árduo de trabalho. (Solidão)

    I – Um homem chega em seu quarto, depois de um dia árduo de trabalho. Ao abrir a porta, através da escuridão, já consegue distinguir sua mesa de jantar: um copo, um prato, um talher… tudo exatamente como havia deixado.

    adorei o blog! te encontrei na comu divulgue seu blog, no orkut.

  3. João Felipe:
    Vim agradecer sua visita e comentário no Meu Porto.
    Seguindo a rota, encontrei o seu cantar e fiquei, realmente, encantada com o que vi: a Língua Portuguesa (tão querida e tão maltratada), exposta, aqui, de forma absolutamente atraente.
    Eu me senti, de verdade, honrada com a sua visita e é certo que voltarei outras tantas vezes.
    Deixo um abraço.

  4. Entrando no exercício… (sempre caio nessas “armadilhas”):

    Tema: V – Um fiel reza por ajuda numa igreja. (Proteção)

    “Ele procura por algo que não pode tocar, por algo que não pode levar para casa. Sua esposa se foi, seu filho estava envolvido com drogas, sua filha prostituíra-se para prover o lar com dinheiro. A ele apenas cabia entrar naquela Igreja as três da tarde de uma terça-feira e pedir a Deus que protegesse sua alma. Rezou cinco pai-nossos e dez aves-maria. Engatilhou a arma escondida em seu bolso e olhou o banco do outro lado da rua. Seria apenas uma única vez, dizia em suas preces pedindo que conseguisse tudo sem disparar um único tiro, sem ferir ninguém que senão a saúde da instituição…”

  5. Muito boas dicas……..
    Para os escritores como eu…..
    meu idioma nativo.
    ´´E o italiano e alemão tento escrever em português.
    Mas tenho muitos erros……

    []s L.Sakssida

  6. site muito legal…
    além de ser instrutivo ainda tem um design bonito

    bom gosto

    quanto ao exercício, é melhor eu não fazer, vou passar vergonha.

    Vou passar mais por aqui.

    quem quiser vai no meu blog e comenta

    é um blog gay mas sem baixarias vlw?

  7. Explicação concisa, clara, objetiva!
    Nunca fui adorador das tecnicas simbolistas (trauma escolar), mas mesmo “sem querer” as vezes acabo usando elas em alguns rascunhos meus!

    Grande abraço ;)

  8. Olá, Achei ótimo seu blog, escreves um conto?
    poderia eu humildemente lhe oferecer uma critica construtiva referente ao trecho citado?

    estou fazendo os exercícios!!!!

  9. I – Um homem chega em seu quarto, depois de um dia árduo de trabalho. (Solidão)

    Está cansado. Mas, é um cansaço que vai além do físico. É um cansaço na alma. É ela que lamenta. Que reclama. E chora. Olha para a espingarda, estampada na parede, brilhando feito um troféu novo em folha. Reflete por alguns segundos. Sorri singelamente para si mesmo ao constatar que um gatilho resolveria toda a sua vida. Então, olha para a foto da sua finada esposa. Vê ela sorrindo para ele, cheia de vida, mostrando que o mundo pode ser pequeno, mas inesquecível. E assim mais uma noite avança. Um homem dorme, sonha e ganha vida. E uma espingarda repousa silenciosa na lata de lixo, partida ao meio, quebrada e sem vida.

    Keiti Matsubara

  10. III – Um idoso passeia por uma praça ao entardecer. (Nostalgia)

    Quão diferente e estranho tudo lhe parecia, ao perceber a ausencia dos pombos que ali arrullhavam. Do velho salão de barbeiro e dos trilhos dos bondes em um interminável vai e vem.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s