6 Perguntas e 6 Regras – George Orwell


O escritor meticuloso, a cada frase que escreve, pergunta-se pelo menos quatro perguntas:

1. O que estou a tentando dizer?

2. Que palavras irão expressá-lo?

3. Que imagem ou linguagem irá torná-lo mais claro?

4. É esta imagem nova o suficiente para ter algum efeito?

E ele provavelmente irá perguntar-se mais duas:

5. Eu poderia dizê-lo de forma mais breve?

6. Disse algo inapropriadamente desagradável?

Pode-se muitas vezes ficar em dúvida sobre o efeito de uma palavra ou frase, e é preciso ter regras nas quais se possa confiar quando instinto falhar. Penso que as seguintes regras irão abranger muitos casos:

1. Nunca usar uma metáfora, símile ou outra figura de linguagem que está habituado a ver na mídia impressa;

2. Nunca utilize uma longa palavra onde uma breve basta;

3. Se é possível cortar uma palavra, sempre a corte;

4. Nunca use a voz passiva onde você puder usar a voz ativa;

5. Nunca use um termo estrangeiro, uma palavra científica ou um jargão se puder usar uma equivalente em português coloquial;

6. Quebre qualquer uma dessas regras antes de escrever qualquer coisa claramente hedionda.

Traduzido e Adaptado de :http://www.writingclasses.com/InformationPages/index.php/PageID/300

Anúncios

Uma opinião sobre “6 Perguntas e 6 Regras – George Orwell

  1. Pingback: 6 Perguntas e 6 Regras - George Orwell « Pensamentos Lazarentos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s